Início > O FARMACÊUTICO, REGULAMENTAÇÕES > Farmacovigilância.

Farmacovigilância.


Se você acha que depois que comprou seu medicamento o papel do farmacêutico chegou ao fim, saiba que você está enganado. Nessa hora entra a farmacovigilãncia do medicamento, que é o acompanhamento do desempenho dos que já estão no mercado.

Esse trabalho é realizado pelas vigilâncias sanitárias dos estados, municípios e pela Anvisa.

È logico que nenhum medicamento é produzido para dar algum tipo de problema depois de utilizado, mas eventualmente podem produzir efeitos indesejáveis e estes devem ser relatados para que, se houver necessidade, seja reavaliado o uso e os riscos da administração do produto em questão.

Atualmente, a notificação pode abrigar informações tanto sobre eventos adversos a medicamentos quanto sobre desvios de qualidade de medicamentos (conhecidos como queixa técnica). No Brasil, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA – é o órgão responsável por manter o Sistema Nacional de Notificação de Eventos Adversos relacionados a produtos sujeitos ao controle da Vigilância Sanitária, chamado NOTIVISA.

A Farmacovigilância tem, portanto, o objetivo maior de garantir a segurança dos pacientes e contribuir para a avaliação dos riscos-benefícios dos medicamentos.

E essa pode ser mais uma função do farmacêutico…

Anúncios
  1. camilla
    26/08/2010 às 15:17

    Adorei Ta
    Muito inteligente !!! um bju

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: