Início > ATUALIDADES > A bactéria letal na Alemanha.

A bactéria letal na Alemanha.

Olá pessoal! sei que dei uma desaparecida, mas estou de volta…tive alguns probleminhas de percurso, vcs entendem ne?!

Tenho ouvido falar bastante na tv, na internet e entre as pessoas sobre a bacteria que esta matando muita gente na Alemanha. Só de ouvir a palavra ” bactéria” o mundo inteiro entra em panico. A falta de conhecimentos nessa área chega a ser desesperadora a ponto de fazer os governantes de um País comer vegetais na tv para provar que seus alimentos nao estão contaminados.

A bactéria em questao é a E. Coli, que esta O TEMPO TODO em contato com nosso corpo, em varios lugares que encostamos todos os dias, porém , esta bacteria tem diferentes tipo, a maioria inofensivo! Alguns, como no caso, podem causar maiores danos ao organismo, ainda mais se vc estiver debilitado, em crianças, idosos, grávidas….

Mas antes de entrar em um desespero mundial, é bom analisar que tipo de bactéria estamos lidando. As vezes a coisa é muito mais simples do que parece ne?!

Achei um texto rapido e explicativo no site da BBC Brasil:

” O governo suspeita que pepinos orgânicos importados da Espanha e contaminados com a bactéria possam ser a causa da epidemia.

De acordo com o correspondente da BBC Mark Lobel, este tipo de contaminação é a maior já registrada na Alemanha e uma das maiores em todo o mundo, de acordo com especialistas suecos em controle de doenças.

A maior parte das mortes, causadas pela ingestão de alimentos contaminados, ocorreu na cidade de Hamburgo, no norte do país.

O tipo de bactéria registrado na Alemanha é o E. Coli enterohemorrágico (EHEC), que causa diarreia com sangramento e pode levar à insuficiência renal.

Lobel diz que, diferentemente da maioria dos casos da doença, que afeta em geral crianças de até cinco anos de idade, quase todos os infectados na Alemanha são adultos, em sua maioria mulheres.

Segundo o correspondente da BBC, pessoas originárias da Alemanha já apareceram doentes em países como Suécia, Dinamarca, Holanda e Grã-Bretanha.

Especialistas em saúde do governo alemão estão recomendando à população do norte do país que não consuma tomates, pepinos ou alface crus.

“Também é possível que haja infecções secundárias durante esta epidemia”, disse à BBC a cientista da Universidade de Munster, Helge Karch. “Estas novas infecções se espalham de pessoa para pessoa, mas podem ser evitadas”, afirmou.

“Por isto, precisamos fazer todo o possível para assegurar que a higiene pessoal das pessoas seja aprimorada.”

Outros países

As autoridades alertaram que os pepinos possivelmente infectados podem ter sido enviados para República Checa, Áustria, Hungria e Luxemburgo.

De acordo com Lobel, restrições foram impostas sobre dois exportadores de pepinos espanhóis, embora não se saiba se a infecção ocorreu na Espanha, durante a viagem dos produtos ou na chegada dos alimentos à Alemanha.

O grupo de bactérias Escherichia coli (abreviada como E. Coli) é grande e diversificado, formado em sua maioria por cepas inofensivas. No entanto, alguns tipos de E. Coli podem causar diarreia, infecções urinárias, doenças respiratórias e pneumonia. “

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: