Arquivo

Posts Tagged ‘RDC 44’

Novas regras para o uso de antibióticos.

Olá pessoal!!

Agora sim, com a noticia saindo quentinha no site da ANVISA podemos discutir corretamente sobre o assunto.

Os Antimicrobianos JÁ DEVERIAM, ser vendidos apenas com a apresentação de receita médica, mas como bem sabemos isso não ocorre. O consumidor simplesmente compra sem saber direito como tomar e se realmente deve tomar o medicamento, a farmácia, por sua vez, visando o lucro grandioso no final do mês, não toma as devidas providencias em relação ao consumo de antibióticos.

Quais as consequencias de tudo isso??? A resistência e a mutação bacteriana. Obrigando aos orgãos públicos atitudes drásticas e de rígido controle para que a saúde pública consiga ser mantida.

Na nova medida a retenção das receitas dos antibióticos será obrigatória a partir de 28 de novembro de 2010. A partir deste dia, os prescritores devem atentar para a necessidade de entregar, de forma legível e sem rasuras, duas vias do receituário aos pacientes.

As embalagens e bulas também terão que mudar e incluir a seguinte frase: “VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA – SÓ PODE SER VENDIDO COM RETENÇÃO DA RECEITA”. As empresas terão 180 dias para fazer as adequações de rotulagem.

Um detalhe muito importante e que deve ser bem observado é que as receitas médicas referentes a antimicrobianos  valem por apenas 10 dias. Se você precisa tomar um antibiótico, não adianta esperar 10 dias para compra-lo pois as bactérias já estarão fazendo a festa no seu organismo. Então tome o mais rapido que puder, e caso o prazo tenha passado, volte ao médico e relate o ocorrido, ele poderá te receitar um outro antibiótico, talvez mais forte, caso for necessário.

As medidas valem para mais de 90 substâncias antimicrobianas, que abrangem todos os antibióticos com registro no país, com exceção dos que tem uso exclusivo no ambiente hospitalar.

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam que mais de 50% das prescrições de antibióticos no mundo são inadequadas. Só no Brasil, o comércio de antibióticos movimentou, em 2009, cerca de R$ 1,6 bilhão, segundo relatório do instituto IMS Health.

Mais informações e a resolução na íntegra veja no site da ANVISA

Determinação da RDC 44/09

Oi Pessoal!!
Estou colocando aqui no blog uma matéria que saiu no site do CRF-SP muito interessante sobre Farmácias/Drogarias que ainda vendem medicamentos controlados pela internet!
Isso é totalmente proibido hein?! Não comprem!!

Tribunal de Justiça de Minas Gerais impede a venda de medicamentos controlados pela Internet

São Paulo, 18 de agosto de 2010.
Uma rede de farmácias com filiais em Minas Gerais teve indeferido o pedido de venda de medicamentos controlados pela internet pelo Departamento de Vigilância Sanitária da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais. De acordo com o juiz Manoel dos Reis Morais, a empresa deve respeitar as normas ditadas pela Anvisa (RDC 44/09), que buscam resguardar a saúde humana em todos os sentidos. E, no caso em questão, trata-se da venda de medicamentos que podem causar sérios danos ao bem-estar do paciente.

Apesar da comercialização de medicamentos sujeitos a controle especial ser proibida por meio remoto, conforme determina a RDC 44/09, a rede realiza a venda via internet, telefone ou fax. Segundo o texto da ação, a rede alega que a resolução é ilegal e abusiva, no entanto, ao indeferir o pedido o juiz entendeu que a empresa deve respeitar as normas da Anvisa, uma vez que este é o órgão responsável por regular a venda de medicamentos no Brasil. Conforme o trecho:

“...A ANVISA, com a norma administrativa em comento, procurou regulamentar e cercar de segurança a circulação daqueles remédios, a fim de que se tenha a certeza absoluta de que o medicamento (de controle especial) prescrito está sendo dispensado nos termos do receituário médico e para a pessoa mesma que dele necessita, tudo sob orientação e fiscalização do farmacêutico in loco.”